Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

quinta-feira, outubro 29, 2009

Dólar avança pelo 3º dia e chega a R$ 1,75 - Matéria publicada no Jornal do Commércio dia 29/10/09 - Caderno Mercados


Dólar avança pelo 3º dia e chega a R$ 1,75
VINICIUS MEDEIROS

Em meio à forte aversão ao risco nas bolsas mundiais, a cotação do dólar comercial subiu ontem pelo terceiro dia seguido, fechando em alta de 0,86%, a R$ 1,753 para compra e R$ 1,755 para venda. Com a nova valorização, a moeda norte-americana diminui as perdas ante o real no acumulado no mês para 0,96% - no ano, os ganhos são de 24,84%. Acompanhando o movimento no balcão, o dólar turismo subiu 0,56%, a R$ 1,66 para compra e R$ 1,80 para venda.

A moeda norte-americana abriu a sessão em alta de 0,98% (R$ 1,757), ensaiou uma recuperação na parte da manhã, quando bateu na mínima de R$ 1,734 (-0,34%), mas a tendência de valorização se reforçou à tarde com nova atuação do Banco Central (BC). Em leilão de compra no mercado a vista, realizado entre 12h26 e 12h46, o BC fixou uma taxa de R$ 1,7419. A instituição também informou que, por meio dessas aquisições, retirou US$ 541 milhões de circulação na semana anterior, totalizando US$ 6,518 bilhões no mês de outubro.

"A cotação acompanhou o movimento da Bovespa. Com o noticiário desfavorável, muitos investidores estrangeiros aproveitaram para realizar lucros, o que provocou uma intensa saída de dólares", diz Daniel Castro, gestor do clube de investimento Horus Strategy. Apesar da recente valorização da moeda norte-americana ante o real, Castro descarta uma reversão de tendência nos rumos da divisa a médio e longo prazo.

"Só uma nova taxação sobre o capital estrangeiro, associada a uma penca de novos indicadores externos negativos pode mudar os rumos do dólar. Hoje, o Brasil acompanha o desempenho da divisa ao redor do mundo. Ainda assim, por conta do bom momento econômico brasileiro, a tendência de fortalecimento da Bovespa e de queda do dólar no futuro deve se manter", avalia.


Na Bolsa de Valores, Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar pronto também subiu pela terceira sessão seguida, fechando em elevação de 1,33%, a R$ 1,7548. O giro financeiro alcançou R$ 441,805 milhões, para 66 negócios. Já os contratos futuros fixados em dólares com vencimento em novembro, os de maior liquidez, encerraram o cotados a R$ 1,746, estável em relação ao fechamento da última terça-feira. Já os que vencem em dezembro, cederam 0,06%, a R$ 1,757.

O euro comercial chegou a segunda alta consecutiva, dessa vez de 0,27%, cotado a R$ 2,580 para compra e R$ 2,583 para venda. Na mesma tocada do balcão, o euro turismo subiu 0,36%, R$ 2,46 para compra e R$ 2,75 para venda.

Nos mercados internacionais, o dólar registrava, às 16h55, ganhos contra o euro (+0,57%/US$ 1,4720) e franco suíço (+0,39%/1,0259 francos) pela terceira sessão consecutiva. Mais uma vez, a única exceção era a libra esterlina, que se valorizava 0,31%, a US$ 1,6418. Entre as moedas asiáticas, às 16h58, o iene ganhava 1,12% frente ao dólar e 1,66% em relação ao euro, a 90,77 ienes e 133,63 ienes respectivamente.

Marcadores: ,

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.